#WebSérie: A vida de Jane - Parte 3/3

15:24


Olá queridas leitoras, será que você se encontra tão curiosa quanto eu para saber o que será de Jane, tão valorosa, porém disso nada sabia?!

Bem, o tempo foi passando e a Jane achou que conseguiria preencher o seu vazio, preencher a sua solidão por amores, amores temporários. Ela achou que com um namorado ao seu lado ela não ficaria mais triste, e que um abraço ou um simples "eu te amo" (mesmo não sendo sincero) poderia consolar seu coração.

Ela poderia se achar feia, mas se alguém a achasse atraente ou bonita a opinião dela não faria tanta diferença. E nessa procura por amores acarretou em uma grande lista de "Ex". No começo até que fazia sentido, ela se sentia amada por alguém, porém seus relacionamentos nunca duravam. E o motivo dos términos, nem ela saberia explicar.

- Ah, se não deu certo com ele pode dar certo com outro!
E aos 17 anos, nesta aventura louca no mundo do namoro, Jane passou a ser dependente de afeição e carinho. É claro que ela sabia que tinha de se guardar para seu futuro marido fisicamente.

Mas emocionalmente se entregava por completo. Isto tinha uma grande consequência em seu coração. Começar e terminar diversos namoros um atrás do outro, poderia ser algo normal para qualquer adolescente, porém aquilo maltratava seu frágil coração. Ela estava o destruindo aos poucos, quebrando os pequenos pedaços que ainda restavam.

Encontros aqui hoje, encontros ali amanhã. Fica com um, fica com outro... um mês com um, outro mês com outro. Que vida frustante! Jane estava se tornando uma garota infeliz por dentro e sua infelicidade, como sabemos, nem a maquiagem poderia acabar.

Era uma dor na alma da qual solução não estava ao alcance humano. Vivia como se não vivesse, sorria, mas aquele sorriso não era verdadeiro, se transformavam em lágrimas quando caía a noite.

Contudo, Jane tinha um sonho, um sonho igual a mim e a você. Desde pequena sonhava em encontrar seu príncipe, se casar, construir seu lindo castelo e viver feliz para sempre.

Porém este sonho em sua vida estava ficando distante, muuuuuuito distante. Um passo à frente era como dez passos para trás. Até que tomou uma importantíssima decisão: Resolveu sair por um tempo desse mundo do namoro, isto  para ela não era mais bonito, isto se tornou  frustante. Pois a cada vez que ela terminava um namoro uma parte dela ia com aquela pessoa. Era uma grande perda emocional.

Muitas meninas estão vivendo uma vida assim como a da Jane, estou falando de meninas cristãs. Sua vida sentimental só acarreta em vários términos e dizem para si mesma "Se não deu certo com ele, vou tentar com outro... até acertar e encontrar meu príncipe!"

E fica nessa, quebrando o coração, catando os pedacinhos, colando tudo e indo de novo quebrá-lo. Isso não é vida, isso vai destruindo a sua estrutura emocional, isso vai te machucando por dentro de uma forma arrasadora, que acabará consequentemente afetando seu futuro CASAMENTO.

A desconfiança, o medo, tudo isso irá crescendo de uma forma desesperadora dentro de você. O medo de amar de novo, o medo de ser traída novamente, acabam impedindo muitas meninas de realizarem o sonho de se casarem. Essa é apenas uma das consequências. E esta consequência acabou com o coração da Jane.

Culpava a si mesma pelos fracassos na vida sentimental. Chorava toda noite. Muitos não poderiam ver a sua dor, na verdade nem sabiam o que ela estava passando. Naqueles momentos Deus a visitava toda noite. 

Imagine como é duro para um Pai ver sua filha sofrendo. Deus não quer isto para nenhuma de nós. 

Num certo dia, de tanto chorar na madrugada inteira, ela acabou pegando no sono. E ao amanhecer despertou com um som, na verdade era a TV ligada que sua mãe deixou antes de sair para trabalhar. Neste justo momento um pastor muito usado por Deus pregava uma mensagem. Ele dizia assim:

"Ei você que está aí triste, chorando, dizendo que você não vale nada. Acorde Deus te ama! Você é valorosa, pare de se culpar dizendo que não é ninguém. Porque neste momento Deus manda eu te dizer que Ele te escolheu e quer mudar o quadro da sua vida! Só depende de você."

As lágrimas começaram a rolar, sem mais nem menos, ela estranhou. Não eram lágrimas de tristeza que antes derramava e sim de alegria. Uma alegria enorme, inexplicável, havia inundado aquele frio e gelado coração. 

Naquele momento Jane se levantou da cama e caiu prostrada no chão. Não conseguia parar de chorar, chorava não porque queria, mas aquelas lágrimas a lavavam por dentro. Um rio de Águas Vivas fluía em seu interior. O pastor sendo usado por Deus continuou:

"Deus tem um plano para sua vida e mesmo que tudo pareça dizer que não, confie em Deus. Pois a sua vida só fará sentido, ela só valerá a pena, quando você parar de viver para si mesma e começar a viver para Deus. Ele tem o melhor para você.  Ele te ama incondicionalmente e quer te envolver com o amor dEle, pois só o amor dEle é capaz de preencher seu coração. Entregue sua vida à Ele. Entregue o seu caminho a Deus, Ele o endireitará!"
Jane se ajoelhou e fez a oração mais verdadeira e sincera que poderia fazer em toda a sua vida. Essas foram as suas palavras:

- Deus eu sei que nunca fui tão sincera assim com o Senhor, mas eu quero Te dizer que eu preciso de Ti, eu preciso do Teu amor. Procurei por tantos lugares alguém que se importasse comigo. Procurei me sentir completa com tantas coisas, mas hoje sinto que só o Seu amor me completa. Eu te deixei de lado, mas o Senhor jamais me abandonou. Renova meu coração, me ensina a andar nos Teus caminhos. Eu sei que tens o melhor para minha vida. Neste momento eu entrego meu coração de verdade a Ti!
Aquela foi a sua mais sincera oração. Ela sentiu uma certeza em seu coração que dali para frente a vida seria diferente. Pegou a sua Bíblia empoeirada, limpou a poeira, sorriu, abriu e leu:


"Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas? 
Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós. 
Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? 
Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. 
Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor."Romanos 8:31-39

Dali para frente ela firmou uma aliança com Deus. Sua vida foi mudando aos poucos. Ela começou a se amar e a certeza de que Deus a escolheu crescia a cada dia que passava em seu coração. Tristeza não ganhou mais espaço. 

O diabo é mentiroso, ele tenta fazer de tudo para nos impedir de viver os sonhos de Deus. Mas graças ao Pai que nos amou infinitamente que entregou Seu único filho por nós na cruz e acabou com a mentira do diabo, pois foi através da cruz que conhecemos de fato quem é Deus na nossa vida: Ele é um Pai que jamais desiste de um filho Seu.


Jane antes que se odiava e vivia sem querer viver, hoje ama um Deus que é real, se ama, pois é a princesinha do Pai. Vive da FÉ e espera confiantemente em Deus. 
E a continuação desta história, quem sabe vire um livro?! rsrs'

Que Deus possa te abençoar grandemente. 

Eu sou uma Jane e você?

AUTORA: Claudiane Almeida

Nós te recomendamos essas leituras

2 comentários