Testemunho | Débora

20:31


A paz do Senhor Jesus! Vou contar aqui um pouco da minha história. É grande, mas é o que o meu coração diz. Você pode se entristecer no início, mas não se esqueça que para Deus existe finais felizes. Eu era uma menina mundana, alguém que vivia os costumes da sociedade. Não me preocupava com o meu futuro, estava naquela fase de mudanças e querendo curtir a vida segundo a minha própria vontade. Sem regras, sem mandamentos, sem salvação, sem Deus, sem... felicidade. Sabe aquela história de que tem duas meninas: a gordinha, baixinha, esquisita e a loira, alta, linda, de olhos claros e cabelão.  A primeira, apesar da aparência, é feliz, consegue fazer amigos, é uma pessoa que se dá bem com todo mundo. E a segunda, apesar de ser o ''modelo'' a ser conquistado pelas meninas, tem uma enorme frieza no coração. Linda história, não?! A primeira é tudo aquilo, mas é feliz. Pronto, final feliz. Mas... peraí. E a segunda menina? Ela não tinha uma frieza no coração? ''Ah, é linda, popular, se vira.'' Alguém um dia já se preocupou com essa menina? Alguém já se preocupou... comigo? Pois é, eu, a menina alta, popular, de olhos azuis, cabelão liso, sorriso lindo, e um coração triste. Eu conseguia ser muito feliz na frente dos outros, mas toda noite eu chegava em casa e chorava, pedindo pro nada, que o amanhã fosse um dia melhor. Alguém um dia, já soube disso? Não pense que eu era o tipo de menina que usa saia curta e top exibindo seu corpo como fruta de amostra. Eu era reservada, cuidava de mim mesma e me amava. Mas sempre batia forte na minha cabeça:  ''olha aquela menina, a roupa dela, tá vendo?! você não é assim.'' ou ''tá vendo como aquela sua amiga se dá bem com todo mundo, e é tão feliz?! pois é, ela tem valor, diferente de você.'' Isso ia me consumindo todo dia, me rebaixando, esvaziando a alegria que eu trazia da infância para adolescência. Eu era brinquedinho na mão de um garoto, que me rendeu choros, angústias, mágoas, tristezas, cortes e tentativa de suicídio. O que me batia no coração também era aquela sensação de não estar no peso ideal, e que vamos ser francas, se você for menina, você realmente vai entender do que eu to falando. Só de pensar em uma vida assim, já não dá uma angustia?! Vivi assim por muito tempo, me consumindo por dentro, porque eu vivia tudo aquilo sozinha. Eu era triste. Sozinha. Em um dia, a situação na minha casa, com meus pais e 3 irmãos mais velhos do que eu, chegou ao auge. O inimigo me esgotou. Jogou o mundo em cima de mim. Todos os problemas, todas as dores, tudo que eu guardava. Eu desci da minha casa e fui debaixo de uma árvore, olhei para os céus, e me entreguei para Deus. Falei para Ele viver em mim. Dia da salvação. Obrigada Senhor! Agora sim final feliz né?! Com Deus tudo é perfect, demais da conta, maravilha, xuxu beleza. Sim, realmente quando temos Deus no coração é tudo mais fácil. Mas como diz a palavra... ''No mundo tereis aflições.'' No passar do tempo, eu não virei um modelo de menina cristã, com o coração cheio, sabendo a palavra de trás para frente e fazendo tudo certo. Foi muito, muito difícil. Eu não recebia apoio de ninguém, nem sequer consultava a bíblia, talvez não por ignorância, mas por falta de sabedoria.

Minha vida mudou, bem devagar... ninguém sabia da minha decisão, isso tornava tudo mais complicado. Andando com pessoas do mundo, os costumes a minha volta que eu tinha que deixar, o pecado, tanta coisa deixada para trás... Fiquei mais de um ano precisando de um apoio, de alguém que chegasse e me dissesse: ''É assim... leia a bíblia, faça a diferença, acredite, tenha fé.'' Eu ainda me sentia sozinha, mas estava começando a viver com Cristo. Era aquela pessoa que esperava que ia mudar de um dia para o outro, que eu ia ser mais feliz, correta, pura e santa. Como o inimigo me atacava... todos os dias meus interior era destruído. Nessa caminhada, me rendeu cortes nos braços. Daqueles que quando o mundo cai, você não culpa nada além de si mesma. Tenho quatro marcas de cortes evidentes no meu braço, nos dois. Que não se cobrem com maquiagem, que me causam dor, que me proíbem de usar camisa sem manga, e que só a oração pode curar a dor de ter feito isso. Você já sonhou com o príncipe encantado?! Tenho certeza que sim. Te dou meu testemunho: espere não pelo príncipe, mas pelo anjo do Senhor.

Quando eu continuava entristecida, ele apareceu. O escolhido de Deus. Não pense que na hora que eu conheci ele, foi o tipo ''Se case comigo te amo'', não foi nada disso. Mas foi algo assim... ''Ei, estou aqui, para te ajudar. Estou do teu lado.'' Ah Senhor... o que foi que eu fiz para merecer esse teu servo? (Antes de tudo: viramos amigos, sem intenções de nada) Ele é 3 anos mais velho que eu. É filho de um pastor, e é aquela pessoa que tiraria um sorriso da pessoa mais fria que tivesse.Ele era um exemplo de instrumento usado pelo Senhor. Sabe aquela pessoa que faz você se sentir... completa? Nossa amizade foi algo lindo. Ele foi meu exemplo. Ele me incentivou a ir na igreja, a ler a bíblia, a mudar, a ter Deus acima de tudo. Desde lá do início, Deus queria mudar minha vida. Mas primeiro precisei ser forte e aceitar a Deus para que ele tivesse a minha vida em Suas mãos para começar a agir. Foi como um remédio para uma ferida. Uma ferida no coração. Ele vivia a 200 km longe de mim. Eu me apaixonei no dia em que ele falou para mim: ''Perfeito é olhar para o meu coração e te enxergar lá, perfeito é olhar para o seu coração e me ver lá. Perfeito é poder te amar.'' Desde a hora que isso aconteceu, eu me ajoelhei e clamei a Deus: ''Faz a Tua vontade Pai.'' Não foi um caminho para me entregar mais ainda para o Senhor?! Mas vamos encurtar a história. Hoje, estou namorando com o amor da minha vida, a pessoa que Deus já revelou que escolheu para andar ao meu lado para todo o sempre. Minha aliança com ele não está somente aqui no meu dedo, mas no meu coração. Deus olhou por mim todo esse tempo ao qual o inimigo me empurrava para o chão, o meu entregar a Ele mudou a minha vida. Deus já me usou na igreja, diante de muitas pessoas, me usa na minha família, no meio de amigos e com meu namorado. Deus fez nascer uma plantinha de amor no meu coração, o amor de Deus curou as feridas, o que era frieza hoje é fé. O que era tristeza, hoje não é alegria, mas é confiança no Senhor. Já ouviu aquela frase: ''A ferida está lá, mas estou bem.'' ?! A minha frase é diferente: ''A ferida está sendo curada pelo Senhor, e não vai continuar lá!'' Porque o meu Deus é Deus de milagres. Hoje, meu coração é cristão e meu ser se curva para adorar ao Senhor. Sou muito falha, mas meu Deus é perfeito e mudou minha história só pelo falo de estar nEla.' Eu não sei qual o teu caminho, o que Deus tem para você, e se alguém um dia vai ler isso. Mas saiba que Deus tem planos para tua vida, e te ama muito, não duvide disso. Ele conhece seu coração, perdoa seus pecados e não desiste de você. Assim como não desistiu de mim.

 

Nós te recomendamos essas leituras

1 comentários

Like us on Facebook