Alma feminina

A real beleza

22:19



Há alguns dias atrás conheci a história de uma menina, Talia Joy Castellano


"Talia era uma garota de 13 anos, norte-americana, que descobriu um câncer aos sete anos de idade, em 2007. Ela tinha um tipo de tumor que se desenvolve a partir de tecido nervoso em lactentes e crianças. Após quimioterapia, cirurgia e radioterapia, ela ficou livre do câncer por um ano.

Mas em setembro de 2008, os médicos descobriram que a doença havia voltado e se espalhado para um nódulo linfático perto do seu coração. Nos quatro anos seguintes, ela recebeu vários tratamentos, porém sem sucesso. Os médicos cogitaram a possibilidade de um transplante de medula óssea, mas a Talia decidiu por não fazer uma nova cirurgia e viver a sua vida plenamente até quando fosse permitido.

Ela não gostava de usar perucas, e por ser muito vaidosa, ela começou a usar maquiagem como uma forma de se sentir confiante. Como incentivo a outras crianças e adolescentes que tinham a mesma doença, Talia decidiu criar um canal no YouTube ensinando tutoriais de maquiagem que atualmente conta com mais de 750 mil seguidores. Com tanto sucesso dos seus vídeos, a marca de maquiagem Covergirl chamou-a para fazer uma campanha publicitária e a elegeu como uma das "garotas da marca". Talia faleceu no dia 16 de Julho de 2013.

Não pude acompanhar a sua trajetória de perto e quando a descobri ela já tinha falecido. Fiquei triste, e mesmo distante, sua história repercutia em minha mente. O que podemos aprender com a pequena Talia?!

Mesmo vivendo com essa situação, aos 13 anos, ela nos mostrou que não importa o que passemos, sempre podemos encontrar motivos para sorrir, essa é a verdadeira beleza de uma mulher. 

Quantas pessoas por passarem um aperto ou receberem uma notícia ruim, desistem de viver?!

É um erro pensarmos que o nosso problema é o pior de todos e que não há solução. Precisamos olhar ao nosso lado e ver que a vida não acaba por aí.

 Não podemos desistir de caminhar só porque encontramos uma pedra no caminho. Não podemos desacreditar que o sol existe só porque há nuvens na frente dele. E claro, não podemos duvidar da capacidade de Deus só porque Ele está em silêncio.

É uma questão de mudança de perspectiva. De acreditar. De escolhas. De sorrir.

Vamos dar mais espaço aos sorrisos em vez das lágrimas. Vamos olhar mais pro futuro em vez do passado. Ao acordar respire fundo, dê um tempo aos problemas, abra a janela veja o dia lindo que surgiu e dê um sorriso (isso muda completamente o seu dia para melhor!).

O importante da vida não são as batalhas, as lutas, as oposições. O importante da vida é viver, e é aí que está a real beleza. No sorriso, em amar e saber que Deus vai estar ao seu lado. 

Vamos lá, seja otimista. Você é linda! A vida não acabou, dê uma chance a si mesma. Tudo depende de você! E lembre-se, a beleza verdadeira começa de dentro pra fora.

"Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo" João 16:33

Abraços,
Claudiane Almeida

Alma feminina

Mesmo sem ver!

17:09


Quantas vezes fizemos esta oração: 
"Deus, eu Te busco, leio a Tua Palavra, faço a Tua vontade, me consagro, mas minha vida não muda! Eu não tenho visto grandes mudanças!"

Eu confesso, também já fiz essa oração, várias vezes. Até Deus me fazer entender que a primeira e maior mudança começa dentro de nós.

Não adianta ter um lindo e grandioso prédio sem ter um profundo e firme alicerce. Essa beleza será vã e passageira, pois não durará por muito tempo. Quando vier uma tempestade e combater contra o prédio, ele cairá e grande será a queda.

Assim como diz a Palavra em Mateus 7:27:
"E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda."
Jesus ainda diz que quem ouve as Suas palavras e as pratica será comparado ao homem sábio que antes de construir a sua casa, construiu o alicerce na rocha.

O que é Alicerce?
 1. Cons. A parte inferior, que sustenta uma construção, um edifício etc., composta de pedras ou blocos de cimento, ger. dentro do solo, sobre os quais as estruturas externas se apoiam; FUNDAÇÃO
2. Local ou abertura no solo, em que são colocados os alicerces: preparar/abrir/cavar os alicerces da casa
3. Fig. Aquilo em que algo se apoia; aquilo que dá firmeza, segurança, solidez;
Muitas vezes passamos por certas situações em que antes de construirmos algo exterior, antes de alcançarmos algo, precisamos firmar nosso interior, nosso alicerce. É preciso mais aprofundamento, mais intimidade com Deus. 

Mesmo sem ver as bençãos, mesmo sem ver as grandes mudanças estrondosas que ansiamos, precisamos CRER. Pois a maior mudança começa nos detalhes, detalhes que vem de dentro pra fora. 

Após a queda nos levantamos, às vezes mesmo sem forças, mas isso acontece graças a misericórdia de Deus sobre nós. Porém, caímos de novo, mas Deus vai lá e nos ergue. Caímos de novo e de novo. 

Até cansamos de nós mesmos, achamos que não somos merecedores da ajuda de Deus. Achamos que não valerá mais a pena se levantar. Mas Deus não desiste de nós. É um amor tão grande, fora de nossos parâmetros humanos de entendimento. 

Eu já orei perguntando: 
"Ei, Deus, por que Tu não desistes de mim? Por que sempre me levantas? Por que sempre é tão paciente comigo? Me levanta sempre que caio, por que fazes isto?"
E Deus sussurrou em meu coração:
"Minha filha, isto está acontece porque você ainda não está firme. Precisa se aprofundar mais na minha Palavra"  
É como aprender a andar de bicicleta; caímos, nos levantamos, ralamos o joelho. Tentamos novamente. Até conseguirmos. A caminhada com Deus é um aprendizado como este. Até nos firmarmos inteiramente na Palavra, até construirmos um alicerce profundo e forte. Não cairemos mais, daí sim poderemos construir um lindo prédio em cima deste alicerce.
"O Senhor é o meu rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador; o meu Deus, a minha fortaleza, em quem confio; o meu escudo, a força da minha salvação, e o meu alto refúgio." Salmos 18:2
Abraços,
Claudiane Almeida

Testemunho

Testemunho | Farize

17:35


Bom, eu sempre fui feliz, tive uma infância ótima. Tudo começou a mudar mais ou menos a partir dos meus 11 anos. Eu era muito nova, mas já começaram os ''probleminhas de adolescência'' bem cedo. Um certo dia meu irmão percebeu que havia algo errado com a minha coluna, a tranquilidade da minha família acabou. Fui ao médico e ele me disse que eu tinha escoliose. Sinceramente, eu nunca me preocupei muito com isso. Eu até achava legal, acho que eu queria ser diferente. Eu nunca percebi a gravidade da situação, até pouco tempo atrás, quando tudo já tinha passado. Bom, eu tive que fazer uma cirurgia de correção, para endireitar a coluna, e eu sofri bastante nesse período. Eu fiz a cirurgia na capital, onde eu tenho tios que moram lá. Eles são evangélicos. Durante minha recuperação minha mãe se converteu. Eu ainda não tinha me convertido, na verdade nem ligava em ir pra igreja. E no dia que nós iriamos voltar para minha cidade, foi o batismo da minha mãe. Acredite ou não, mas eu acabei sendo batizada junto. Eu nem me lembro direito, só sei que aconteceu e ficou por isso mesmo. Quando eu cheguei eu me lembro de estar meio ''do contra'' com a igreja. Porque eu não disse que queria ser batizada nem nada.

Os problemas maiores começaram quando eu cheguei em casa depois da cirurgia. Conheci alguns amigos na escola. Nós fomos nos juntando e com isso montamos um ''grupinho''. Nós eramos os ''vida loka'' da escola, literalmente. Nós aprontávamos demais, só queríamos saber de ir em festas, sair, eu já não me dava muito bem com a minha família. Nesse período eu tinha uns 13 anos. Nós fomos suspensos por fumar na escola. Me lembro de um dia em que cheguei bêbada na escola.  Ninguém ficou sabendo que eu estava bebendo assim, nem minha mãe, só meus amigos e Deus mesmo. A partir dai as coisas pioraram, eu comecei a sofrer na escola, entrei em depressão. Até tinha tentado me matar, mas ninguém percebeu. Eu estava um lixo, totalmente perdida. E ninguém percebia. As vezes eu queria ter alguém ali que olhasse nos meus olhos e percebesse que eu estava passando por uma fase difícil. Eu estava clamando por ajuda, só pelo meu olhar. Mas ninguém percebeu, e ao contrário do que eu queria, as pessoas começaram a me tratar mal. Com 14 anos, eu já estava péssima na escola, eu passava de raspão, e ainda andando com os mesmos  amigos. Eu ainda estava em depressão, mas ninguém nunca percebia, eu disfarçava muito bem. Eu não me lembro o exato período que eu comecei a frequentar a igreja. Mas eu fui , bem aos poucos me apegando cada vez mais e mais.

 Quando já era claro que eu estava me convertendo. As lutas começaram a vir. Eu amadureci muito nesse período, e ao contrário do que eu esperaria de mim, que sempre pensei que era uma pessoa fraca, eu encarei as lutas e com Deus venci elas, estou aqui hoje contando meu testemunho a vocês porque eu tenho muita fé que Deus tem grandes planos pra mim e tenho certeza que pra sua vida também! Hoje Deus tem me abençoado muito, muito mesmo. Tem prometido coisas grandes na minha vida, está me moldando para ser uma varoa da Sua obra! Só de estar escrevendo este testemunho eu estou fazendo a obra Dele, e Ele está me honrando por isso. Irmãos e irmãs, eu queria dizer que eu tive que abrir mão de muitas coisas para seguir este caminho. A vida é difícil, e o próprio Jesus disse que no mundo teríamos aflições! Ás vezes estamos em nossa zona de conforto e de repente aparece uma prova, uma luta, e nós estamos despreparados para enfrentá-la. Temos que nos preparar, porque o fim está ai. O mundo está caindo nas tentações, mas a igreja do Senhor prevalece e o seu povo está cada vez aumentado mais! Esse é só o começo do meu testemunho, Deus ainda está preparando o resto! Espero que meu testemunho ajude pessoas que estejam passando pela mesma situação que eu ou parecida.

Decisões

Há um tempo certo, acredite!

16:27


Eu sei que é chato ficar relutando dia após dia com esse pensamento na cabeça: "Deus, faço tudo para Te agradar. Sempre me esforço para não errar, não vivo no pecado, faço a Tua vontade, mas cadê as bençãos?" Já até perdi a conta de quantas vezes usei essas orações. E o pior é que quanto mais o tempo passa, mais sentimos vontade de jogar nosso propósito para o ar e agir com nossa própria mão. É aí que Deus entra na história. Será que não temos fé o suficiente para crer que Ele tem nas mãos o controle da nossa vida? Será que deixamos o tempo e a ansiedade afogar a esperança de um dia encontrar o amor? 

Eu tento no máximo não deixar que esses sentimentos me afastem do propósito, pois o amor existe, eu sei, mesmo que ainda não o sintamos. A questão é que há um tempo certo para que ele desperte no nosso  interior. 

"Mulheres de Jerusalém, eu as faço jurar: Não despertem nem incomodem o amor enquanto ele não o quiser." Cânticos 8:4
Há também uma pessoa certa que fará este amor despertar, mas não será um simples e passageiro amor, como o da paixão, mas sim um puro e verdadeiro amor, como o de Deus por nós. E o autor disto tudo não terá como não saber! Todos saberão que será Deus. Mas há um tempo certo, acredite! Só temos que aprender a cooperar com Deus, trabalhar com Ele, do jeito Dele, no tempo Dele

Isso não quer dizer que você deve se isolar de todos, andar com cara de triste e melancólica porque está 'esperando em Deus' e está solteira. Claro que não!  Pelo contrário, você deve andar com aquele sorriso no rosto, com o coração alegre e puro em santidade. Fazendo a vontade de Deus de todo o coração porque sabe que Deus tem o melhor reservado por você! Você deve se amar, se cuidar, amar a Deus acima de tudo, ser louca por Ele, é lógico! Daí o rapaz certo vai observar isso em você. Será isso que chamará a atenção dele: seu temor ao Senhor!


"Mas a mulher que teme ao SENHOR, essa sim será louvada." Provérbios 31:30b

Daí Deus vai começar a agir ao seu favor, só que você terá de cooperar com o tempo de Deus, é claro! Sempre em oração. Deus age com paciência para que suas obras sejam perfeitas. Devemos também agir com paciência para poder viver o tempo de Deus. Mas é preciso ter equilíbrio para não perder o foco! "Precisamos ser pacientes, mas não ao ponto de perder o desejo; devemos ser ansiosos, mas não ao ponto de não sabermos esperar." Max Lucado

Like us on Facebook