Motivos para continuar

20:38


Quem nunca se perguntou: onde eu estou errando? E por que as pessoas a minha volta alcançam tudo com uma facilidade e eu aqui, que me esforço para fazer a vontade de Deus, não alcanço nada?!

Você deve estar achando que sou uma espécie de telepata por escrever justamente aquilo que atormenta seus pensamentos nos últimos dias. Mas para nossa tristeza, não sou (porém, confesso que queria muito que Deus me desse esse tal poder de 'ler mentes' kkkk'). Contudo, esse poder é só dEle!

Voltando às indagações iniciais, quem nunca? Quem nunca colocou Deus na parede e ainda utilizou aquele versículo? Só para lembrar: "Deus não faz acepção de pessoas", mas abençoa a todos, menos a mim?!

Confesso, não vamos ser hipócritas, já fiz muitas indagações a Deus. Por um tempo desisti de esperar as promessas, achava que Ele havia se esquecido de mim. Tolice.

Sei que os últimos temas dos meus posts têm batido muito nessa tecla, e sei também que às vezes é chato ser repetitiva. Mas não, acho que esse ponto da vida com Deus é o crucial para seguirmos em frente ou retrocedermos.

Então se você veio aqui pensando que vou dar a você uma 'receita de bolo' para Deus te abençoar amanhã, está errada. Não vou fazer isso, além do mais, se eu soubesse que receita é essa já estaria com minha vida feita. Mas não é essa a questão.


A questão não é o prêmio final, e sim a caminhada. A questão não é onde você quer chegar, e sim que caminho você está trilhando para chegar lá.

Na nossa vida passamos por altos e baixos, não é verdade? Até hoje passo. Fazem parte da vida, mas não da nossa fé.

Um dia eu estava alegre: Glórias a Deus, a benção está perto! Meu milagre tá chegando. Aleluias!
Passava alguns dias: Ei, Deus! Se esqueceu de mim? Cadê a benção que o Senhor disse que estaria para chegar?! Não vejo nada!

No final das contas minha vida parecia uma montanha russa de emoções, a minha fé era inconstante. Ao contrario do que ela deveria ser: firme, forte, inabalável.

Isso até que li o Salmos 73 (recomendo como leitura e meditação a vocês). Esse é o Salmos de Asafe. Sabe, ele começa escrevendo com uma indignação enorme no coração. Talvez você começou lendo esse texto assim.

Ele via os ímpios sendo abençoados, e isso causava uma certa inveja nele (versículo 3). Ele começou achar inútil se santificar, obedecer a Palavra (vers. 13). Talvez você se sinta assim, pensando em fazer tudo com as próprias mãos e se esquecer de esperar, só porque vê suas amigas namorando, noivando, casando, constituindo uma família e você aí 'solteira'!

Mas, a partir no versículo 16, ele cai em si, ele desperta. E vê o quanto Deus tem sido misericordioso com ele, o quanto Deus guardou o coração dele. Então ele entendeu que Deus tinha ainda grandes bençãos para ele.

Deus tem grandes bençãos para você e para mim. E o primeiro passo é confiar em Deus. É deixar que Ele dirija nossos passos de acordo com a vontade dEle.

"Tu me diriges com o Teu conselho, e depois me receberás com honras." Salmos 73:24

Se confiarmos em Deus, mesmo que nossas esperanças estejam esmorecendo, Deus nos fortalece.

O sentimento que passou a predominar o coração do Asafe depois daquele momento com Deus não era mais a preocupação para conquistar as bençãos e sim a honra de estar ao lado de Deus.

Deixando Ele moldar, santificar, e preparar o coração dele para viver os Seus grandes sonhos.

Que assim seja também conosco. Que possamos confiar, nos deleitar e aproveitar o cuidado que Deus tem para conosco. Às vezes precisamos olhar para trás e ver o quanto Deus mudou a nossa vida, só assim conseguimos enxergar as mãos dEle nos sustentando.

Jamais devemos nos esquecer que o tempo de Deus não é o mesmo que o nosso. Sei que é meio clichê, esta frase. Mas que hoje, no presente em que vivemos, possamos deixar que Ele nos guie pelo Seu conselho para que possamos preparar nossa vida para viver as Suas promessas no momento certo. 

Para finalizar, medite nesse versículo:
"Portanto, humilhem-se debaixo da poderosa mão de Deus, para que ele os exalte no tempo devido." 1 Pedro 5:6

Abraços,
Claudiane Almeida

Nós te recomendamos essas leituras

1 comentários

Like us on Facebook