Vez da Leitora

Vez da Leitora: Thamires Gomes

12:50


IDENTIDADE


Quando perguntarem, quem é você? Responda: Sou Filha, Amada e Feliz! Tenho um Pai tão amoroso. Ele me corrige, me protege, livra de todo perigo. Quanto cuidado! Acima de tudo me ama! Meu Pai é tão amoroso, seu amor é incondicional. Por minha causa, Ele perdeu seu amado Filho ao me salvar, e ainda me chama de filha amada! Que amor! Por isso sou: Filha, Amada e Feliz. Muito Feliz. Garota, você não é fraca. Conheço sua fé, pode ser pequena mas é poderosa. Eu sei, sua vida vem sendo de muitos esforços. E é claro... é necessário melhoras. Mas conheço sua fé. Não se esforce sozinha. Peça ajuda. O autor da sua fé, em sua infinita graça, quer te ajudar. Com a ajuda Dele o fardo torna-se mais leve. E Ele? Ele tudo sabe, tudo conhece. Ele já viu, Ele que me mostrou sua pequena e poderosa Fé. “Em verdade vos digo: se tiverdes fé do tamanho de um grão de mostarda, direis a esta montanha: ‘Vai daqui para lá’, e ela irá. Nada vos será impossível.” Mt 17:20.

 {Thamires Gomes, Minas Gerais - Brasil}




Vez da Leitora

Vez da Leitora: Jaqueline Souza

12:00

AINDA NÃO É O FIM
Sabe aquele momento em que cansamos de tanto errar, de quando nós envergonhamos de entrar na presença de Deus por estarmos sujas, cansadas e nos sentindo inúteis? Sabe aquele momento em que você vê tudo que está a sua volta ruir e não ter o que fazer? Quando você lembra de tudo o que Deus já fez por você, de como Ele cuidou de você e te mostrou o caminho certo? O caminho que você deve seguir, mas persistentemente você sempre acabava voltando para lama? Sabe aquele momento em que você então percebe que falhou, olha para o céu, e com lágrimas nos olhos pede pra voltar novamente para os braços do Pai? E mesmo ajoelhada na presença Dele sente culpa e medo de nunca mais poder voltar para Seus braços?  Princesa, aqui venho lhe dizer que Papai, nosso Papai, lhe ama. E esse amor vai muito além dos seus erros e falhas, Ele é maravilhoso e divino. E mesmo quando você se afasta Ele te olha. Às vezes de muito longe, querendo tomar-lhe em Seus braços e te aquecer desse mundo frio e gélido. Ele te ama e só espera você voltar.

​{Jaqueline Souza, 15 anos, São Paulo}



Testemunho

Testemunho | Letícia

11:48



No dia 2 de junho de 2012, eu, meu pai e meu tio saímos com destino à Pedra da Guarita, quando estávamos muito próximos, havia um morro com muitas pedras dificultando a passagem, onde meu pai e eu caímos de moto, o que resultou em um ferimento no meu braço. Com muita dor e desespero, fomos às pressas ao hospital, onde o médico bateu um raio-x e disse que meu braço teria sido quebrado, e provavelmente, teria que realizar uma cirurgia e usar pino no braço até meus 18 anos, mas como naquele hospital não estava apto a fazê-la, me encaminhou em uma ambulância, até outro hospital. Na ida, meu pai foi de moto, clamando e pedindo a Deus que agisse diante daquela triste situação e sentindo-se como o Senhor sofreu ao ver seu Filho sendo ferido. Chegando lá, já muito aflitos, o médico mandou que eu fizesse outro exame de raio-x  para ter certeza de que meu braço teria sido fraturado, quando para a nossa surpresa, vendo o resultado, ele disse que meu braço apenas teria que ser feito uma costura com 8 pontos, e Deus operou um grande milagre, pois foi o médico dos médicos! Hoje, muito grata por esse grande livramento, posso afirmar que essas coisas acontecem para nos mostrar o quando Deus de Israel é real, e para que o nome do Senhor Jesus Cristo seja exaltado através de nós.



Alma feminina

"There is still hope"

22:12


Você crê que Deus às vezes escolhe falar conosco através das coisas mais simples da vida?! Pois é, exatamente assim que aconteceu na época do Ensino Médio. Minha vida era uma rotina: ir ao colégio; do colégio para casa, de casa para a igreja, da igreja para casa e assim vai. E você sabe que vida de estudante não é fácil - correria do final de semestre, recuperação de notas, trabalhos, seminários... Mas em meio a esse turbilhão de estresse lá estava o "THERE IS STILL HOPE" escrito a giz no teto do ônibus que eu pegava ao voltar para casa.

Sim, lá estava uma frase que Deus usava para fazer toda a diferença no meu dia-a-dia. Sempre nos dias mais loucos eu pegava aquele mesmo ônibus daquele motorista sempre sorridente e lia aquela frase no teto - isso me dava esperanças, me confortava.

Não sei se este motorista está lendo isso agora, mas eu gostaria de agradecê-lo por se deixar ser usado por Deus através de um gesto simples: "Ainda há esperança!" ressoa em meu coração quando penso em desistir ou quando acho que não há mais saída.

E assim como aquele motorista fez, eu quero passar a você esta mesma mensagem: Ainda há esperança para você, não desista agora. Não ache que os seus sonhos são impossíveis, nas mãos de Deus tudo é possível, basta crer, basta não perder a esperança. Não se entregue ao fracasso, erga-se, ponha-se de pé, levante a cabeça e continue a caminhada porque AINDA HÁ ESPERANÇA para você!

“Para uma árvore há esperança;
se for cortada, brota de novo
e torna a viver.
Mesmo que as suas raízes envelheçam,
e o seu toco morra na terra,
basta um pouco de água, e ela brota,
soltando galhos como uma planta nova."
Jó 14:7-9

"Eu cuido dela e sempre a rego;
eu a vigio de dia e de noite
para que ninguém a estrague."
Isaías 27:3

"Somente em Deus eu encontro paz
e nele ponho a minha esperança."
Salmos 62:5

Claudiane Almeida

Alma feminina

"Mudançafobia"

17:43


Você já sentiu aquela terrível sensação de parecer estar no meio do deserto? De estar perdida, desnorteada, sozinha, confusa...?! Sei que não sou a única que já teve essa sensação. Muitas vezes somos levados a um deserto desses pelos ventos das mudanças. Benditas, mudanças! Por que tudo tem que mudar? Por que não existe uma só estação? Por que a lua não é sempre cheia e pronto?! Por que na vida estamos sujeitos à mudanças?

Sabe, sempre fui reservada, sempre preferi o anonimato. Sempre quis viver a minha vidinha em meu chalé na montanha lendo um bom livro e tomando uma xícara de café - (Mentira! Nem gosto de café!) um chá serviria. Enfim, eu desconfiava de ter uma espécie de "mudançafobia". Se isso existe não sei, mas eu defino como "medo de mudanças repentinas da vida".

Boa parte da humanidade está sofrendo com essa síndrome, sem ao menos saberem que há cura. Essa síndrome nos transforma em pessoas ansiosas, calculistas e dramáticas. Ao nos depararmos com a mudança, entramos numa crise - quem sou eu? para aonde irei? até quando isso?

Quem diria que encarar desafios despertem temores adormecidos que nos prendem os pés e trancam sonhos em caixotes empoeirados no velho armário. Quando a vida vira de cabeça para baixo encontrar o chão pode parecer mais difícil do que imaginamos, mas talvez esse tem sido o nosso maior erro: procurar o chão enquanto podemos erguer as asas e voar.

Estamos acostumados a nos acomodar com a situação, preferimos o conforto a lutar. Queremos nos isolar em nosso pequeno mundinho ou simplesmente fugir para as montanhas em busca do chalé da acomodação. Esse é o problema: somos acostumados a fugir quando a vida nos desafia a encarar, mudar ou seguir em frente.

Por que fazemos isso? Por que fugimos? Se Aquele que habita em nós nos encoraja a prosseguir?! Por que não confiamos plenamente Nele? Por que não confiamos de que Ele tem um caminho melhor? E até quando nos deixaremos ser prisioneiros do medo, sendo jogados de um lado para o outro pelos ventos das circunstâncias? Até quando por culpa do medo deixaremos nossos sonhos, nosso chamado em caixotes empoeirados no velho armário da acomodação? Até quando?

"Não fiquem com medo, pois estou com vocês;não se apavorem, pois eu sou o seu Deus.Eu lhes dou forças e os ajudo;eu os protejo com a minha forte mão."Isaías 41:10


Claudiane Almeida



Cinema

Cinema: Deus não está morto!

20:44

O filme “Deus Não Está Morto”, lançado nos cinemas dos Estados Unidos no último mês de março, fez grande sucesso de bilheteria, arrecadando mais de US$ 3 milhões durante sua exibição. O longa chega ao Brasil dia 21 de agosto, distribuído pela Graça Filmes.

O elenco conta com atores já conhecidos do público brasileiro, como Kevin Sorbo, intérprete de Hércules na série de TV homônima dos anos 1990; Dean Cain, intérprete de Clark Kent e Superman na série Lois & Clark; além de David A. R. White, que esteve nos filmes “Contagem Regressiva” e “Tudo é Possível”.

A história baseia-se no desafio que um aluno de filosofia encontra durante um dos semestres na faculdade: provar ao professor Radisson (Kevin Sorbo) que Deus não está morto. A trama aproveita ainda para abordar o embate entre criacionistas e evolucionistas, e outras questões menores, como o esfriamento da fé.

De acordo com a rádio CBN, nas quatro primeiras semanas de exibição em 1860 salas de cinema dos Estados Unidos, o filme se manteve no Top 10 da bilheteria, superando inclusive o sucesso teen Divergente.

Um dos motivadores para a produção do filme foi a constatação, através de pesquisas, que 50% dos jovens cristãos que ingressam na universidade deixam sua fé de lado. “É alarmante constatar que essa geração esteja perdendo o foco, e por isso estamos trazendo para o Brasil este filme que, com certeza, será uma excelente ferramenta de evangelização para alcançar todas as pessoas independentemente de religião”, disse Ygor Siqueira, diretor da Graça Filmes.

Deus Não Está Morto” conta ainda com a participação da banda cristã Newsboys, interpretando a canção que dá título ao filme. De acordo com o diretor da distribuidora, “a expectativa para a estreia no Brasil é de superar o sucesso obtido com o filme Três Histórias, Um Destino, com mais de 288 mil espectadores, a fim de que a mensagem de Cristo possa transformar vidas e para que as pessoas entendam por que Deus Não Está Morto”.

Fonte: Gospel +


Vez da Leitora

Vez da Leitora: Laura Lanzarin

17:11

QUEM SOU EU?

Nessa fase de turbulências sentimentais, passamos por crises de existência frequentemente. Quem eu sou? Pra que eu sirvo? Por que estou aqui? Onde vou parar? São perguntas normais de se fazer nessa idade. Precisamos mesmo nos conhecer e descobrir para onde querermos ir para podermos lutar por isso. Mas se torna um problema quando estas perguntas são feitas á parede, ao travesseiro e não para Deus. Se tornam crises que podem te levar a lugares bem longe da paz que excede o entendimento. Precisamos passar por esses momentos buscando o Deus do secreto. Um dos detalhes que se tornam icebergs de insegurança no nosso coração é a opinião dos outros sobre quem somos. Ou melhor, a opinião de pessoas que amamos e admiramos muito. Um comentário sobre nossa falta de talento, uma crítica ao nosso comportamento ou até a falta de demonstração de interesse ou incentivo nos marcam. Trazer isso para o mais fundo da alma pode afogar um chamado. Nesses momentos, a única solução é se voltar para o Pai. Homem nenhum conhece quem você foi, quem você é hoje e quem você vai ser no futuro. Só Deus. E, por mais que Deus use as pessoas que estão ao nosso redor para falar conosco, opinião alheia não é critério para verdade. Nem sua própria opinião sobre si pode determinar o que é real para Deus. Por isso a necessidade de se colocar diante de Jesus e descobrir quem você é nEle. A cruz é o único lugar confiável para procurar por respostas.

E quando você descobrir que não é tudo aquilo que gostaria de ser, mude a pergunta. Ao invés de perguntar quem você é, pergunte no que Deus vai te tornar. Ao invés de perguntar se você serve pra algo, peça talentos. Ao invés de perguntar qual é o teu ministério, entregue pra Deus qual é a tua vontade em relação a isso e se preocupe em fazer a vontade dele um dia de cada vez. Deus pode te levar a um lugar muito além de tudo aquilo de melhor que você sonhou e se acha incapaz de alcançar. “Disse mais o Senhor a Moisés: Vê, eu chamei por nome a Bezalel, filho de Ur, filho de Hur, da tribo de Judá e o enchi do Espírito de Deus, de habilidade, de inteligência e de conhecimento de todo o artifício, para inventar obras artísticas e trabalhar em ouro, em prata e em bronze, e em lavramento de pedras para engastar e em entalhadura de madeira; enfim trabalhar em todo tipo de obra artesanal.” Êxodo 31:1-5 Reparou que não diz que Bezalel tinha talento? Deus quem lhe deu tanto a habilidade e o talento para servir ao Senhor quanto a sabedoria para fazê-lo. Não foi homem nenhum que levantou Bezalel. Moisés nunca teria como enxergá-lo, a multidão era muito grande. Foi diante de Deus que ele se destacou. Não pela sua personalidade, não pelas suas habilidades, não porque alguém o indicou. Foi pelo seu caráter e a sua vontade de ser usado. Se nós tentamos nos autopromover e com os nossos braços conquistar algo, vamos cair. Mas se nos humilharmos diante de Deus e simplesmente nos colocarmos a disposição, com a pura vontade de servir, Ele nos chamará pelo nome e nos levantará do meio da multidão. O melhor lugar pra ser grande é diante de Deus, no canto mais escondido de nossa casa.

Talvez você só tenha a vontade e o grito dentro do peito de fazer algo de excelência pra Deus. Sonha em ser ministro de louvor, um missionário, um ator, um dançarino, um escritor e crê que não é hábil pra isso. Seja o que for, Deus é quem faz tudo acontecer. É a Ele que você precisa agradar e ninguém mais. Sei que dá medo. Parece que tudo te pressiona para “ser alguém”. Sentimos que precisamos de uma identificação, um algo a mais. Mas Jesus nos ensina que ele não olha para coisas insignificantes como essas, e sim para o coração. Então no meio das dúvidas, quando você não tiver onde se apoiar, busque em Deus quem você deve ser e o que deve fazer. Esses são os melhores momentos, estamos mais maleáveis ao oleiro. Deixe ele formar o teu caráter. O caráter é a única coisa que Deus espera te ver desenvolvendo. O resto, Deus é quem vai te dar aos poucos. Quando você está em Deus, tudo simplesmente vai acontecendo, no seu tempo. Vai passar, você vai descobrir pra quê nasceu.


{Laura Lanzarin, 16 anos, Rio Grande do Sul - Brasil}


Vez da Leitora

Vez da Leitora: Raquel Silva

10:00

PAI...

... e essa insegurança por feridas do passado,
entrego todas á Ti, Pai amado
ensina-me a confiar cegamente,
com a fé que move o monte
quebra toda essa vontade
de entender o que está além do horizonte,
pois a graça da confiança,
é descansar, receber uma surpresa embrulhada em segurança.

eu prefiro chorar de dor e medo aos Seus pés,
do que derramar minhas lágrimas onde ninguém as colherá,
regando sementes lançadas em terrenos estéreis,
esperando por frutos que nunca colherei.
Perdoe-me e aquece-me com Teu amor,
como uma filha que corre dos medos diretamente para os braços do pai,
me faz descansar, embala-me e ponha diante de meus olhos,
sonhos que se parecem, que se alinham com os Teus.

que toda palavra por mim escrita, 
que cada soluçar e cada gota das lágrimas que te entrego,
sejam um louvor, uma declaração de minha confiança no senhor, Pai.
Eu sou falha, sou imperfeita e muitas vezes falta-me jeito,
mas eu sei que o Seu amor enxerga o profundo do meu coração,
onde nem eu mesma consigo chegar, 
e onde só o Senhor vê motivos pra continuar a me amar.

{Raquel Silva, 17 anos, São Paulo - Brasil}

Músicas

Música | Estrangeiro

18:38

foto: We Heart It

Estrangeiro
Roberta Spitaletti

Isso vai passar
Bem na sua frente
Mas o que não vê
Vai durar pra sempre

Posso sorrir, mas não sou completo
Estrangeiro aqui
Tenho destino certo

Mostra-me o pouco tempo
Que me resta aqui deste lado
Mostra-me como a vida é curta
E o quanto eu sou frágil

Sou viajante com pé na estrada
Um visitante com hora marcada
O tudo do mundo pra mim não é nada
Eu não estou em casa

A águia não seria feliz se não pudesse voar
O peixe em terra anseia pelo mar
Posso até lembrar momentos felizes que tenho passado
Mas nada vai se comparar
Ao que meu Deus tem planejado


#Valeu A Pena Esperar

Valeu a pena Esperar ♥ Parte 5 | Final

13:04

Reprodução: Arquivo Pessoal

Chegou agora? PARTE 1 | PARTE 2 | PARTE 3 | PARTE 4

A minha porção é o SENHOR, diz a minha alma, portanto, esperarei nele. Bom é o SENHOR para com os que esperam por Ele, para a alma que o busca. Lm 3:24.25

(...) Me chamou a atenção também o fato de que ele não falou em namoro ou sobre os sentimentos dele em relação a mim. Ele não tentou me beijar e me deixou em casa no horário combinado, muito preocupado com o que meu pai pensaria dele se não fosse assim. Nesta mesma noite, eu só me lembro de estar em meu quarto quando comecei a chorar. Eu estava grata, feliz e ao mesmo tempo arrependida, "como pude não confiar em Ti, Senhor!". Eu simplesmente soube que era ele.

Combinamos de sair na semana seguinte. Depois de comermos ele disse que precisava conversar comigo. Ele me levou na pracinha do Lago Paranoá (aqui em Brasília), e lá sentados, ele me falou sobre o seu interesse em mim e perguntou se eu aceitaria namorá-lo. Eu disse: "Temos que orar primeiro", e ele concordou. Ainda ali nós fizemos uma oração entregando nas mãos de Deus nosso relacionamento e pedindo que sua vontade se cumprisse.

Na outra semana ele falou com meus pais e meu pai gostou muito dele. Estávamos namorando! Fui conhecer os pais dele, dois amores! A mãe dele é uma super mulher de Deus, mais tarde ela mesma me disse que eu fui fruto de uma oração dela pela vida amorosa de seu filho dias atrás. Alguns meses depois ele soltou um "eu te amo" bem sútil. Alguns meses de namoro e ele me disse que quando completássemos sete meses ele queria ter uma conversa séria comigo. Ele não quis dizer o assunto, mas eu já imaginava, e fiquei apavorada.

"Como assim, casar aos 22 anos!? Isso não fazia parte dos meus planos! Eu não vou saber ser dona de casa! Eu não me sinto capacitada para isso!"

Eu chorei muito com estas ideias na cabeça, afinal eu sempre levei a sério o versículo que diz que "a mulher sábia edifica a casa e a tola a destrói", e eu pretendia ser uma dona de casa excelente, e uma esposa estilo Provérbios 31:10-31. Eu queria honrar a Deus com meu maior ministério que seria a minha família, mas talvez aos 27 eu estivesse preparada para isso, não agora!!!

Tive a graça de ter uma visita da minha pastora e Deus a revelou a angústia dentro de mim. Ela veio conversar e eu desabei em lágrimas, pra variar. Ela orou comigo e Deus mais uma vez disse que Ele estava no controle, eu não tinha que me preocupar (por que me esqueci disso?), Ele me daria a bênção de um casamento e também me prepararia para tal. E eu consegui descansar nEle novamente.

Não para minha surpresa (hehe), no dia da nossa conversa, no mesmo banco que nos sentamos quando ele me pediu em namoro à beira do Lago, ele disse que queria se casar comigo e que não podia demorar, caso contrário teríamos que terminar. Eu perguntei se ele não podia esperar até o final da faculdade, 3 anos. "Nem pensar", ele disse. Eu entendi, afinal ele é homem (e na época com 30 anos), não era fácil para ele. Não é fácil para garoto algum! E nós não queríamos desagradar a Deus... Aí eu disse SIM! :)

Dia 28 de outubro de 2012 foi o nosso noivado. Ele planejou uma surpresa em minha igreja! Ele foi chamado lá no púlpito, passou um vídeo com nossas fotos, fez o pedido, colocou a aliança em mim e tal! Todos sabiam menos eu! Foi maravilhoso poder compartilhar esse momento com meus irmãos em Cristo e ainda na igreja, na morada do maior responsável pelo meu noivado! Depois todos oraram por nós, fomos ungidos e abençoados por nossos pastores e pais que estavam presentes.

Reprodução: Arquivo Pessoal

Reprodução: Arquivo Pessoal

Dia 29 de junho de 2013, com 1 ano e meio juntos, nos tornamos uma só carne. Tive a graça de ter uma festa! E foi tudo do jeitinho que eu queria, planejamos juntos todos os detalhes. Foi tudo muito lindo mas hoje penso que o mais maravilhoso foi sentir a presença de Deus naquele momento, nem de festa precisava! Para mim, o maior espetáculo foi a bênção de ter um casamento que nasceu no coração de Deus.*

Reprodução: Arquivo Pessoal
Reprodução: Arquivo Pessoal
Reprodução: Arquivo Pessoal


Este mês, dia 29, completamos 1 ano de casados e ele ainda abre a porta do carro para mim! Através de muitos outros pequenos gestos o Maicon me faz sentir a mais especial das mulheres. Eu sou muito grata a Deus pelo Maicon e todos os dias eu louvo ao Senhor por ter escolhido ele para mim.

É desejo do Senhor que todas nós vivamos isso. Ele nos criou para sermos amadas e bem cuidadas, pois Sua palavra diz que somos mais valiosas que rubis! Deus nos amou tanto que Ele entregou seu filho amado, Jesus, para nos redimir. A demonstração mais linda de amor foi feita para você! Então não se satisfaça nem se contente com o “amor” que o mundo oferece. Deus quer escrever sua história de amor, mas você precisa dar o lápis e o papel para Ele! Oro para que Deus te ensine a esperar nEle.

Depois se você quiser, dê uma olhadinha em nosso clipe: http://vimeo.com/72146704

*Uma palavrinha para você, princesa que está esperando em Deus:

"Toda essa história de festa de casamentos dos sonhos é tão vazia se Deus não estiver no controle de tudo e principalmente, se no final, quando vier a vida a dois, a imaturidade e a falta de sabedoria fizer você tomar atitudes e falar palavras que desgastam seu relacionamento e que fazem você magoar a pessoa que você prometeu amar. O maior investimento a ser feito deve ser na vida pós-casamento!

Solteiras: Procurem conhecer as verdades Bíblicas e a vontade de Deus para cada um dos papéis que desempenhamos dentro de um casamento. Se você tiver dificuldade em algo, já vai orando, pedindo para Deus te transformar, te ajudar a ter respeito pelo seu marido e a controlar a língua, por exemplo. Recomendo a leitura do livro "Casamento Blindado, da Cristiane e Renato Cardoso", é excelente! Leia também "A Mulher V - Cristiane Cardoso".
Noivas: Levem a sério o curso de noivos, não deixem de fazer um!

Eu louvo a Deus pela minha festa, por tudo, mas hoje sei que eu poderia ter feito algo mais simples, sem arrependimento! Além de gastar beeeeeeem menos eu já estaria satisfeita, pois minha maior bênção é a que eu vejo todos os dias quando acordo: Meu marido lindo! E o mais importante a ser mostrado, não são fotos ou vídeos, mais sim um casamento que glorifique o nome do Senhor e acrescente ao Reino dEle."

Beijinhos!

Haya Albuquerque

@hayaalbuquerque

Ps. As imagens possuem Direitos Autorais e foram cedidas pela proprietária, Haya. É, portanto, proibida a reprodução de qualquer parte deste testemunho e fotos sem o consentimento da autora. 

#Valeu A Pena Esperar

Valeu a pena Esperar ♥ Parte 4

18:13

Reprodução: Arquivo Pessoal
Chegou agora? PARTE 1 | PARTE 2 | PARTE 3

Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. 
Mt 6:33

E foi exatamente o que diz este versículo que me aconteceu. Aprendi a descansar no Senhor e meu maior desejo passou a ser conhecê-lO! E como ele é fiel suas mãos se abriram para me abençoar!

Menos de 1 ano depois, ao voltar do trabalho, próximo a estação do metrô a qual eu desci, um rapaz me chama e pergunta se eu me chamo Raquel. Na verdade foi o jeito que ele encontrou para puxar assunto comigo, dizendo que eu "parecia muito uma colega da graduação e que esta se chamava Raquel" (ele pensou em dizer Rebeca, mas seria muita cara de pau, rs). Acabou que eu disse meu nome e que não era irmã gêmea de nenhuma Raquel. Passamos a nos falar a partir disso. Eu não sabia, mas ele pegava metrô comigo quase todos os dias mas como eu sempre estava com minha mãe ele nunca havia tentado se aproximar. E eu nunca percebi porque estava sempre com muito sono ou lendo.

No outro dia enquanto esperávamos o metrô ele chegou todo formal se apresentando para a minha mãe: "Bom dia, eu sou o Maicon, amigo da Haya". E todos os dias ele vinha dar um "bom dia" para nós, virou até uma pequena rotina matinal. Quando ele se distanciava minha mãe dizia: "Esse rapaz aí está interessado em você, filha" (minha mãe o quis como genro desde o primeiro segundo que o conheceu, rs), e eu constrangida dizia: "Que isso mãe! Nada a ver!". Eu não estava pedindo um namorado a Deus. Eu já sabia que ele mandaria, no tempo dEle, no tempo perfeito, talvez com uns 27 anos, o que eu não sabia é que esse tempo era agora.

Ele definitivamente não fazia meu tipo. Eu nunca imaginei meu príncipe daquela forma. Todo formal, homem feito... Mas quem é que sabe o que melhor para nós? Não nós, com certeza. Hoje eu entendo que definitivamente eu não sabia o que seria bom para mim e que o príncipe da forma como eu imaginava não me completaria, não me acrescentaria e não me faria feliz como cada traço da personalidade do Maicon o faz hoje. O alternativo/esqueitista/desleixado que eu achava lindo no ensino médio não me daria a segurança e proteção que eu preciso hoje. Quando eu vejo um menino com o estilo que me atraía no passado e penso "meu Deus, onde eu estava com a cabeça?".

Eu também nunca imaginei que alguém como ele se interessaria por mim. Mas o que eu não sabia é que ele já me observava há muito tempo! Segundo ele, eu chamei sua atenção com a maneira que tratava a minha mãe (sempre fui muito carinhosa, sem falar que as vezes eu ia dormindo no metrô no ombro dela, rs ). Além disso, eu lia a Bíblia no metrô também. Certo dia trocamos telefone e aí começamos a trocar mensagens. Nada demais, ele me chamava de "sonekinha" e eu de "chato" - porque sua expressão no metrô era sempre séria. Falávamos sobre trabalho, os planos para as esperadas férias, meus estudos... Pouco a pouco eu descobri o menino que existia dentro daquele "homem feito", mas sem imaginar que algo rolaria entre nós.

Certo dia a mensagem tinha um convite. Ele me chamou para pegar um cinema. "Vai ter que esperar o fim do semestre", ele diz que eu fui seca e grossa. Sinceramente, eu não me recordo. Mas deve ter sido, eu estava traumatizada com a experiência anterior e ainda estava super focada em meus estudos. Acho que ainda era setembro, mas ele esperou até a época do vestibular no finalzinho do ano. Neste período as mensagens diminuíram e eu quase não o via mais no metrô, recordo-me de receber uma em que ele me desejava uma boa prova.

Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. Is 55:8-9

Ano novo e nada, mas eu nem estava esperando. Mandando sms para o mundo inteiro desejando "Feliz 2012" resolvi mandar uma para ele. A resposta veio uns dias depois e com um sútil lembrete, então propus um crepe. Ele quis me buscar em casa e sem exagero, ele estava na porta da minha casa no horário exato em que combinamos, nem mais, nem menos. Para a minha sorte (ou não) meu pai e um tio meu estavam em casa, ele desceu e se apresentou e ainda bateu um papinho com eles enquanto eu finalizava a produção :)

Ele abriu a porta do carro, eu entrei muito sem jeito (nunca havia sido tratada assim antes!), e lá fomos nós. Não havia um pingo de expectativa em relação a um potencial início de namoro e eu estava seca. Eu não seria tola desta vez. Eu pensava comigo: "ai ai, esses louvores tocando no carro são só para me agradar...E pra quê abrir a porta do carro? Deve ser só por hoje...". Vimos uma pizzaria interessante e resolvemos deixar o crepe para outro dia.

Divertido, educado, atencioso comigo, com os garçons... “será real?”, eu pensava. E aí na volta ele disse: "E agora, vamos para onde?". "Como assim, para casa", eu disse. Ele insistiu, perguntando onde eu queria ir agora. Eu não soube dizer, daí ele propôs de irmos a Esplanada dos Ministérios ver as luzes de Natal, que ainda estavam lá.

 Reprodução: Arquivo Pessoal



Eu vejo a Esplanada todos os dias, eu trabalho lá, mas só durante a manhã e a tarde, então eu sempre tive um desejo íntimo de conhecê-la à noite na época que a enchem de luzes para as comemorações de final de ano, mas eu nunca havia tido a oportunidade. Então eu quis ir na hora! A distância não era pequena, eu disse que ele não precisava se incomodar, mas ele me levou lá. Isso mexeu comigo e a partir daí comecei a pensar: "Será que é ele, Deus? Mas já!?".

Haya Alburqueque




#Valeu A Pena Esperar

Valeu a pena Esperar ♥ Parte 3

10:00

Reprodução: Arquivo Pessoal
Está chegando agora?  PARTE 1 | PARTE 2

{...}

Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça. Is 41:10

Eu fui até a casa dele, expliquei os motivos e terminei. Eu estava confiante e certa, Deus estava comigo e eu tinha certeza de minha decisão. Ele chorou e ficou magoado. Ficou me ligando nos dias seguintes dizendo quão difícil estava sendo, perguntando-me se era realmente Deus quem havia falado para terminarmos. Até uma cesta cheia de doces e com um coração de pelúcia ele me levou. E tudo ficou muito mais difícil.

Então eu fui atacada com pensamentos de culpa e dúvida. “Eu estou fazendo ele sofrer”, eu pensei. “Será que Deus falou mesmo comigo”, “mas eu gosto dele”, “e se ninguém mais me quiser? Eu vou ficar sozinha para sempre”. Eu queria que Deus falasse de novo, me provasse que eu fazia a vontade dEle, mas Ele nada disse. Até que eu tive uma crise de ansiedade.

Na semana do término fui à minha igreja e no final do culto fui conversar com minha pastora. Ela disse que eu estava visivelmente perturbada. Contei o ocorrido, daí ela falou que as coisas de Deus não são assim, que Deus age de forma doce e sem confusão, e óbvio, eu estava muito confusa. Depois ela disse que Deus me amava demais, que eu era uma filha que O agradava, disse que isso não estava certo e falou pra eu orar e ligar pra ele. Então voltamos a namorar, e tudo ficou igual como antes.

Sim, eu não consegui confiar. Duvidei e deixei a ansiedade tomar conta de mim. Fiquei um bocado perturbada e por fim, chorando, pedi pra voltar alguns dias depois. O dito cujo também estava sofrendo um bocado e sofri por isso também. Minha fé foi pequena, fui insegura e ignorante (a ideia de ficar sozinha para o resto da minha vida latejava na minha cabeça, e putz, eu só tinha 19 anos!). Eu acreditei em todos os pensamentos mentirosos que satanás havia jogado em minha mente.

Hoje eu vejo como Deus demostrou seu amor por mim nisso tudo, mas que só depois fui entender. Deus poderia ter me deixado naquele relacionamento vazio dEle e que me fazia infeliz, afinal foi escolha minha. Mas não. Deus quis que eu vivesse o que Ele tinha para mim e não desistiu de me mostrar isso!

Dois meses depois ele pediu um tempo. Sim, ele terminou comigo! Disse que estava sem cabeça pra namoro, cheio de problemas e tinha que dar prioridade aos estudos e a carreira. Eu chorei logo depois que ele foi embora, um pouquinho e só! Chorei também de emoção, sim! Pude ver a mão de Deus nessa história toda. Eu fui desobediente, fui fraca, não cri nas promessas dele. Mas Ele mesmo fez questão de me tirar dessa roubada! Ele sabia que esse namoro estava me afastando dEle e não admitiu mais isso.

'Por favor filha, espere mais um pouco, tenho algo melhor, algo que está guardado e embrulhado com um papel bonito e uma fita grande vermelha. Melhor do que você pode imaginar, algo criado sob medida para você! Te amo tanto, por favor, entenda! Meus propósitos são os melhores possíveis, creia! Estarei do seu lado, não tenha medo, não vai ser doloroso se eu estiver o tempo inteiro ao seu lado...' Eu podia sentir essas palavras em meu coração. Agora me diz, eu mereço isso? Não! Mas este é o Deus que eu sirvo, amor é a sua maior qualidade!

Então eu decidi descansar nEle e entregar minha vida por completo e meu casamento (sim!) – que Ele fizesse tudo como ele quisesse, como Ele havia planejado. Enquanto eu me enchia de Deus e me empenhava em meu ministério Ele passou a suprir todas as minhas necessidades. Não foi nem um pouco difícil voltar à solteirice! O “ex” nunca mais ligou, nem para saber se ainda estava viva e assim entendi que ninguém me ama e ninguém me amará mais do que Deus.

Eu estava ótima! Feliz! Fazendo a obra de Deus e correndo atrás de meus objetivos profissionais. Eu só queria buscar a Deus e crescer nEle e neste período aprendi a esperar e ser fiel ao meu marido, amá-lo e honra-lo antes mesmo de conhecê-lo, e assim, fazer a vontade do Pai, que iria nos unir no tempo dEle. Eu até orava por pelo meu futuro marido, sem conhecê-lo. Eu tinha a plena convicção de algo que não via! Eu nunca mais me preocupei com minha vida amorosa. Afinal, eu não estava só.

Haya Albuquerque
{...}


#Valeu A Pena Esperar

Valeu a pena Esperar ♥ Parte 2

22:01

Reprodução: acervo pessoal

Chegou agora? Leia a PARTE 1

"O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus." Fp 4:19

{...}

Só nos víamos mais aos finais de semana e logo neste ele me disse de última hora que não íamos mais sair porque ele precisava fazer um trabalho da faculdade. Resolvi visitar uma igreja com meu irmão e umas primas. A pregação foi sobre uma passagem de Lucas que conta quando Jesus chamou os discípulos logo após encher o barco de peixes, você conhece. O pastor falou de obediência, falou de renúncia e eu soube na hora que era comigo que Deus estava falando.

Fazia tempo que eu não chorava na presença de Deus como o fiz naquele domingo. Nossa, como eu chorava! Como não?! Eu sabia o que Deus estava querendo de mim. Ele queria que eu renunciasse e eu disse que faria. O pastor falou sobre o fato de a bíblia não mencionar o que fizeram com aquele montão de peixes (se assaram, se venderam ou se guardaram). Como diz em Lucas 5, eles “levando os barcos para terra, deixaram tudo, e o seguiram”... Sequer olharam para trás. Será que eu conseguiria ser tão obediente?

Fui para casa e estava decidida. Além da palavra na igreja Deus falou muito comigo com o livro "Romance a Maneira de Deus, e Sua Perfeita Fidelidade, de Eric e Leslie Ludy”. Eles falam sobre entregar a vida sentimental a Deus, que há um plano dEle para ela, mas que é necessário esperar nEle (recomendadíssimo!). Os livros mexeram comigo e tive o desejo de viver aquilo, mas como? Já não tinha um namorado?! Então ele não era a pessoa por quem me guardei e esperei? 

Fui me lembrando de algumas coisas. Certo dia ele disse que ele se preocupava com o fato de eu dar muita relevância ao casamento, pois ele não via o casamento como algo bom (eu fiquei chocada, pois sempre soube que o casamento é plano de Deus e sempre foi um desejo meu). Ele não falava em nosso futuro. Não ia com regularidade a igreja. Não tinha nenhum desejo ministerial e nem de agradar a Deus. Era muito materialista e às vezes a gente passava em frente a barezinhos e ele dizia algo como querer entrar. Ele era imaturo e queria curtir sua juventude, é obvio. Mas até aquele momento eu havia ignorado os avisos.

Eu orava, pedia pra não ser tão difícil, pra não ser bem eu que terminasse (para não parecer ser uma decisão unilateral e egoísta). Eu pedia pra Jesus não sair do meu lado, suprir minhas necessidades. Sabia que não seria fácil, pois havia me entregado muito a este relacionamento. Pensava no que ia dizer aos meus parentes, que disseram assim que comecei a namorar que 'já estava passando da hora', 'desencalhou!’. Mas meu ego ia ter que morrer e a graça do Senhor me bastaria. Ele nos conhece desde o ventre de nossa mãe (“Antes que te formasse no ventre te conheci...” Jeremias 1;5), então definitivamente ele saberia mais do que eu o que é melhor para mim. Ele me criou, logo Ele sabe do que realmente eu preciso, o que vai me fazer feliz, o que pode ou não me afastar dEle. Eu estava decidida a confiar e fazer a vontade dEle, seja ela qual fosse.

Haya Albuquerque
{...}


Decoração

Decoração: Estilo Vintage

10:00


Olá, meninas! Nesse mês resolvi dar um jeitinho no meu quarto. Daí já viu, né?! Comecei uma longa busca de inspirações, principalmente no We Heart It, lá tem tantas fotinhas fofas e encantadoras, gente ♥

Enfim, se você não entende muito de decoração - como eu! - pode dar uma de design de interiores buscando inspirações em sites de decoração etc. Mas primeiro não se esqueça de alguns fatos importantes:

1 - busque conhecer seu estilo: antes de por as mãos na massa procure saber antes que estilo a agrada. Eu escolhi o vintage, sempre gostei do estilo clássico. Isso é muito importante para que você não se arrependa depois.
2 - Defina seu orçamento: Pois é, para ter o quarto fofo e com a sua cara é preciso por as mãos no bolso. E muitas vezes isso custa muuuito caro, lembre-se: estamos falando de decoração! Uma boa opção para quem não quer gastar muito é: reciclar. Às vezes faz bem colocar a mão na massa e restaurar objetos antigos da casa da avó, é barato e divertido. Busque fazer comprinhas em bazar também (acredite ou não, há muitas coisas incríveis lá e baratinhas!).

Torre Eiffel - Facilmente encontrada em bazar. O preço médio é de 10 a 30 reais. 

Molduras Vintage - É bem mais difícil de encontrar, mas você pode comprar pela internet. O preço médio do kit varia de 60 a 150 reais. (Eu ainda acho mais fácil procurar na casa da avó e reformar!)


Tabela de Cores Vintage
Na parede, nos detalhes, nas almofadas...enfim, é interessante você separar as cores da decoração - não queremos que vire um circo! E para se ter um ambiente equilibrado é preciso maneirar nas cores. 

Inspirações









Fotos: We Heart It

E aí, curtiram? Qual dessas inspirações você gostou mais?

Abraços,
Claudiane Almeida

#Valeu A Pena Esperar

Valeu a pena Esperar ♥ Parte 1

00:00

Reprodução: acervo pessoal

Ah, junho! O mês do amor. Inspirada nesse mês mais que especial resolvi trazer uma série, quer dizer, um testemunho. Ou melhor ainda, um testemunho que virou uma minissérie. Está vendo essa moça da foto aí em cima? Pois é, a história é dela mesma. Essa moça se chama Haya e ela escreveu com todo o carinho a sua história de amor e enviou para nosso E-mail. E todo sábado vamos conhecer um pedacinho da linda história da querida Haya ♥

Parte 1

E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Rm 12.2

"Aos 19 anos eu já tinha meu carro e meu emprego. Acredito que sempre fui mais madura que as outras garotas da minha idade, mas não em todos os aspectos. Aos 19 anos eu ainda era BV (expressão da época para quem nunca havia beijado um garoto, nem sei se ainda falam assim) e não tinha sabedoria e segurança suficiente para considerar isso como uma bênção.

Eu também era taxada como a santinha e a encalhada, até por parentes, uma vez que todas as primas já tinham uma vida sentimental mais ativa. Eu nunca liguei (eu achava até bom, sabia que estava fazendo a vontade de Deus) e desejava de todo o meu coração esperar em Deus pelo meu príncipe, pois eu sabia que tudo que vem dEle é perfeito e não tem como dar errado. Eu sabia que Deus me amava e tinha o melhor guardadinho para mim.

Mas como eu disse, não fui segura o suficiente para permanecer assim. Meus pensamentos não estavam plenamente renovados com a palavra de Deus e a cultura deste século fez parte da minha mente. Eu ficava imaginando como seria bom ter um namorado e na primeira vez em que fui pedida em namoro, sem pensar direito, eu aceitei.

Nosso primeiro encontro foi no cinema. Ele pediu para eu encontrar com ele no shopping e já ao final do filme e tentou me beijar, fiquei tão sem graça... No shopping mesmo ele me pediu em namoro e me tascou um beijo. Pronto, eu não era mais BV. Não foi nada como eu imaginei, mas eu podia dizer “estou namorando!”. Meu ego estava massageado, mas meu espírito gritava em silêncio.

Eu quis fazer uma prova com Deus, saber se era mesmo esse menino que ele tinha para mim: “Se ele me pedir em namoro vou dizer que temos que orar por um tempo primeiro. Se ele concordar, é ele!”. Assim eu fiz e a resposta do menino ele foi: “Não precisa, eu já sei que é você!”. E adivinhe, eu não acredito em como fui tão ignorante, mas eu pensei: “Mas ele é cristão, não tem como não ser de Deus!”.

No início flores, passeios, presentes e mensagens. No início. Depois de um tempo eu tinha que lembra-lo de responder minhas mensagens. Ir até a minha casa se tornou um fardo, era uns 15 minutos de carro e eu que ia até a casa dele para vê-lo, é mole?! Por vezes ele passava um dia inteiro sem dar sinal de vida e parou de lembrar nossas datas. Essas coisinhas me machucavam. Eu não me sentia mais especial e valorizada. Meu coração se encheu de ansiedade e Deus parecia estar tão distante... É que eu havia me distanciado dEle, eu O havia trocado por alguém que não me amava e nem me tratava como uma princesa, como só Ele fazia.

 Haya Albuquerque
{...}

Dicas

Playlist | Junho 2014

15:32


Olá, girls! Quanto tempo não dou dicas musicais, não é?! Sei que vocês sempre me cobram muito, então resolvi trazer as músicas que mais tocam na minha playlist nesse mês de junho. Ouçam:



1 - Fly - The Michael Gungor Band - Ancient Skies
2 - I Am Mountain - Gungor - I Am Mountain
3 - Shadow Feet - Brooke Fraser - Albertine
4 - C.S. Lewis Song - Brooke Fraser - Albertine
5 - Oceans (Where Feet May Fail) - Hillsong - Oceans
6 - Liberdade - Daniela Araújo - Criador do Mundo
7 - Criador do Mundo - Daniela Araújo - Criador do Mundo
8 - Imensurável - Daniela Araújo - Criador do Mundo
9 - Mais - Os Arrais - Mais
10 - 17 de janeiro - Os Arrais - Mais
11 - The Cost - Rend Collective - Campfire
12 - You Bled - Rend Collective - Campfire
13 - Perdão - Paulo Cesar Baruk - Graça
14 - Sobre a Graça - Paulo Cesar Baruk - Graça
15 - Eu acredito - Leonardo Gonçalves - Princípío e Fim
16 - There - Leonardo Gonçalves - Princípío e Fim
17 - O que Tua glória fez comigo - Jason Lee Jones & Voz de Muitas Aguas - Gloria
18 - Santo (Live) - Livres Para Adorar - Mais Um Dia Ao Vivo (Live)
19 - Our Father - Bethel Music - For the Sake of the World
20 - 10,000 Reasons (Bless the Lord) - Tim Neufeld - Trees

Curtiram? Amo conhecer bandas novas, se quiserem deixem dicas nos comentários.

Abraços,
Claudiane Almeida ♥

Claudiane Almeida

Resoluções e expectativas

13:46

foto: Claudiane Almeida

Olá, você deve estar se perguntando por onde eu andei por esses meses sumida da blogosfera, não é?! Sim, fiquei três meses praticamente fora do ar. Recebi muitas mensagens perguntando se eu tinha desistido e outras me aconselhando a continuar, muito obrigada, meninas. Vocês que acompanham o blog e que me mantém em suas orações, minha gratidão a vocês ♥

O que aconteceu foi que no início achei que fosse capaz de carregar ministério, faculdade e trabalho ao mesmo tempo, mas não consegui, me sobrecarreguei e algo acabou ficando de lado: o blog.

Nesses três meses sem escrever passei refletindo sobre o caminho que estava trilhando, sobre meu verdadeiro chamado, sobre o que Deus esperava de mim. Esse artigo vai falar mais sobre essas resoluções.

Às vezes precisamos parar tudo para conseguir ouvir Deus sussurrando ao nosso coração dizendo "Ei, Eu ainda estou aqui, Eu ainda estou no controle. Confie!". Como é difícil para o ser humano deixar de estar no controle de sua vida, como é difícil deixar outro alguém direcionar suas escolhas e decisões. Como é difícil parar de confiar em si e começar a confiar plenamente em Deus. É uma luta constante e é nesses momentos que temos a oportunidade de aprender a confiar em Deus, mas de verdade mesmo, daquela confiança que mesmo sem ver resultados, mesmo sem ver o caminho, não te deixa perder o chão.

Esses meses para mim em silêncio foram de aprendizado. Houve tantos momentos que tentei tomar as rédeas da minha vida sozinha - perda de tempo. Deus me fez lembrar que não posso acrescentar um dia à minha vida ou um centímetro sequer à minha estatura - quem dera se pudesse (baixinha forever. Risos).

Ele está no controle. E nesse mundo louco, vivendo essa vida de correria mais louca ainda, nada melhor do que ter alguém ao seu lado para te ajudar a não perder o foco, a não esquecer dos seus sonhos, ou melhor - dos sonhos dEle! E principalmente a não desistir. Sim, Deus sempre esteve comigo. Ainda nos dias em que eu me findava em silêncio e deixava de conversar com Ele, ou quando me chateava ao ver que nada ocorria como eu queria.

Ele me mostrou que a verdadeira felicidade não está em viver uma vida de rotinas manipuladas, limites impostos por nós... a felicidade está em viver dias que, ainda que já escritos em Seu livro, nos surpreendem. A felicidade está nos detalhes: sorrisos inesperados,  pequenas vitórias e conquistas do dia-a-dia. A colheita, nem que seja simples, mas que depois de tempos preparando a terra, semeando, regando, cuidando, produzem pequenos frutos.

Muitas vezes estamos vivendo com insatisfação e esta acaba produzindo a infelicidade. Muitos estão vivendo assim, achando que a felicidade está longe, quando na verdade não sabem que são felizes.

Mesmo que as circunstâncias ao meu redor insistam em me mostrar os espinhos, preciso me lembrar que as rosas sempre estiveram ali.

A vida pode ser às vezes incompreensível, injusta, insensível conosco. Mas para tudo há um porquê, em tudo há um propósito. A tempestade não vem tomar o lugar do sol e deixar apenas o dia mais cinzento  e tenebroso, ela vem com o propósito de regar a terra, para que os frutos se desenvolvam cada um ao seu tempo. Assim é a vida. Nem sempre viveremos dias ensolarados, algumas tempestades são necessárias.

Mas antes de se desesperar, guarde isto: as tempestades são passageiras. Ela passa e leva consigo toda lágrima, todo medo, angústia, ansiedade e deixa o sorriso, a segurança, a alegria e a confiança. Deixe Deus no controle de sua vida. É isso que tenho aprendido, a confiar aos meus passos a quem tem o tempo nas mãos.

Abraços,
Claudiane Almeida ♥

Dicas de Livros

Resenha: Deixados para trás - PARTE 2

23:58



Olá meninas, tudo bem?
Bom, primeiro quero explicar o porquê de estar demorando com minhas resenhas, é  devido as épocas de provas e mais provas e estudos para vestibulinhos... Enfim, anda um pouco corrido, mas finalmente consegui um tempo para escrever! Vou falar um pouco de cada um, acho que não todos nesse post pra não ficar grande e cansativo. Vou tentar ao máximo não dar spoilers (spoilers são péssimos kkk)! Esse post é só para vocês terem uma ideia do conteúdo de cada livro.


1° livro - Deixados para trás:
esse livro nos apresenta os personagens principais e no localiza na história. Ocorre o Arrebatamento: várias opiniões e alguns sabem o que realmente aconteceu. O mundo está em completo caos: acidentes, mortes, aumento de assaltos e muitas outras coisas que nem dá pra enumerar. A primeira metade do livro é exatamente sobre isso e ficamos sabendo a história do capitão Rayford Steele e sua filha Chloe, da aeromoça Hattie Durham, do jornalista Cameron Williams (Buck), do pastor Bruce Barnes e do presidente romeno Nicolae Carpathia. Praticamente todos eles perdem pessoas próximas num fenômeno mundial em que milhões de pessoas ao redor do mundo desaparecem. Todas as crianças, inclusive os fetos, também desaparecem sem explicação nenhuma e na mesma hora.
Na segunda metade do livro, já cientes do caos, começamos a conhecer o caminho que os personagens trilham para tentar entender o que está acontencendo no mundo e a razão dos desaparecimentos; e tomar partido na nova ordem mundial que está se desenvolvendo. Já para o fim do livro que começa acontecer um pouco, BEM POUCO, de ação. Este é o pior livro da série por ser muito parado e porque é só praticamente a apresentação dos personagens. Mas NÃO DESISTA pois os outros valem a pena!


2° livro - Comando Tribulação:
O segundo livro acaba costurando o primeiro. Vemos a formação do Comando Tribulação e seus integrantes. De alguma maneira, eles são envolvidos nos planos de Nicolae Carpathia e se vêem forçados a trabalharem para ele, apesar de saberem de que se trata do Anticristo. Nicolae assina o tratado de paz com Israel, a profecia da qual é falada na bíblia. Também surge as duas testemunhas que declaram que Nicolae é o anticristo e há pessoas que dizem que Nicolae é o Messias que estava por vir, já que ele e seu "ajudante" fazem "milagres" e sinais falsos. Acontece que quem acredita que Nicolae é o Messias acaba se rebelando contra as testemunhas, mas quem tentar lhes fazer mal, quem tenta matá-las, sai fogo da boca delas, fazendo com que a pessoa vire cinzas. Ah, e quando elas pregavam que Jesus era o verdadeiro Messias e sobre as pragas, cada pessoa ouvia em sua própria língua, algo do tipo de Pentecostes.
Durante esse livro, Buck consegue se aproximar das testemunhas que pregam em Israel. Para isso, Buck conta com a ajuda de um rabino cuja função foi estudar durante três anos sobre a vinda do Messias, e que depois faz uma eclaração bombástica na TV e se junta ás testemunhas de Israel.
Percebemos que o mundo cai aos pés de Nicolae, aceitando cada uma de suas propostas. Ao mesmo tempo, percebe-se a formação de uma milícia anti-Nicolae, encabeçada por um novo personagem na história, que é nada mais nada menos que o presidente dos EUA.
Esse livro é bem melhor que o primeiro, mas é nada comparado aos outros. E devo admitir que eu amava as duas testemunhas, que no caso são retratadas como Moisés e Eli. Eu os amava! O que faziam por intermédio de Deus...era demais!

3° livro - Nicolae:
Três partes são as mais marcantes da história:
- 1.Acontece o estouro da terceira guerra mundial. O líder Nicolae Carpathia sofre com grupos que desejava tirá-lo do poder.
- 2.A saída de Buck de Israel: “Buck Williams apreende uma fuga dramática de Israel durante a noite, através do Sinai, que deixará o leitor sem fôlego até o final da leitura.”
- 3.O cumprimento de uma profecia bíblica através de um terremoto de proporções globais.
O livro termina nessa terceira parte deixando o leitor completamente curioso para saber qual o destino dos personagens, que [alguns] estão desaparecidos por causa do caos causados pelos tremores de terra. Neste livro apareceram também novos personagens dentre eles a querida Loretta, uma senhora que fora deixada para trás. Chamo-a dessa forma, pois realmente ela parece fazer parte da família por sua doçura e atitudes cativantes. Adoro mais o fim desse livro, o começo é meio parado e meio chato.

4° livro - A Colheita:
O Comando Tribulação enfrenta seus mais terríveis desafios para desmascarar Nicolae Carpathia. Anjos, nos céus, anunciam o retorno de Cristo, enquanto pragas e tragédias ainda desabam sobre a Terra. Uma chuva de granizo e fogo destrói milhares de cidades. Uma montanha cai no mar e parte dos mares se transformam em sangue, matando um terço da humanidade. Uma estrela alcança o planeta e torna o restante das águas amarga e venenosa. Por fim, escurecem o Sol, a Lua e as Estrelas. Levando a marca do Senhor na testa, começam a ser identificados os fiéis que serão salvos por Deus. Ao todo, são 144 mil testemunhas que se encaminham para Israel, onde irão assistir a derrota do Anticristo e a vitória decisiva do Senhor sobre o mal. Nicolae Carpathia, o Anticristo, não tem mais como resistir ao poder divino.
A partir deste livro eu comecei a realmente amar essa série, as pragas eram realmente super interessantes. A marca na testa dos crentes acredito que foi um melhor modo do autor pra história poder se desenrolar, já que na bíblia, até onde sei, a marca não é visível.
Enfim, esse livro melhora ainda um pouco mais do que Nicolae e o "Congresso" que estão preparando é maravilhoso!

Bom, vou parando por aqui porque acho que já está ficando grandinho kkk espero que tenham gostado!
Beijinhos, fiquem com Deus e até a próxima!

Gabi Fredericci