Testemunho | Zoe Lilly

15:30


Sou Zoe Lilly, cheia de vontade de viver abundantemente e ao mesmo tempo bem reservada em ocasiões sociais. Cresci em São Paulo, morei em outros países durante minha vida super comprida de 29 anos. – mas meu coração sempre foi muito brasileiro. Amo cozinhar, especialmente doces – faço de tudo menos feijão. Faço zilhões de coisas ao mesmo tempo, consigo assistir um filme, desenhar e falar no telefone. Chega até ser irritante para todos, porém este hábito não é só no meu cotidiano, mas é a minha vida em si. Penso em minha vida como em 3 partes: minha carreira de artes visuais (pintura & ilustração – empresa Pumpkin), meu mundo musical (cantora e compositora – gravando meu 2° álbum solo) e trabalho quase tempo integral no ministério (lidero, ministro & ensino sobre adoração). Até hoje nem sei como consigo fazer o que eu faço em apenas 168 horas por semana – mas com certeza tenho uma ajudinha básica de alguns anjos e uma renca de gente queridíssima com quem trabalho junto diariamente. Sozinha nunca conseguiria. Sou filha de pastor, irmã de pastor, sobrinha de pastor, prima de pastor, neta de pastor --- enfim, não tinha como escapar da verdade. Tive encontros sobrenaturais com Deus quando tinha 5 anos, e foi assim que entreguei minha vida para Ele, mas foi na minha adolescência que encontrei minha verdadeira paixão: Jesus Cristo.

Sempre fui uma garota com valores bíblicos e fazia as coisas que agradavam minha mãe (pelo menos tentava) mas tinha zero interesse por intimidade com Jesus. Acreditava em Deus, já tinha visto Seu grande poder manifestado, já tinha presenciado milagres e acreditava com muita força na Bíblia. Mas meu coração era seco e frio em relação a pessoa de Deus. Eu não sabia o que era amá-Lo de TODO coração.
Na época tinha uns 14 anos, e como uma típica adolescente, era respondona e rebelde. No meio de uma discussão com minha mãe, ela (mulher japonesa cheia de Deus e força) muito brava me disse: “Filha, eu vou desistir. Não aguento mais ficar falando pra você buscar mais de Deus! Ou você vive para Ele ou nem vale a pena você viver. Hoje a noite você não dormirá e passará a noite em claro buscando por Ele. Vai já pro quarto!”

Eu fui com ‘aquela’ vontade para o quarto e pensei: “vou me ajoelhar aqui no chão com um travesseiro, vou dormir nesta posição e caso ela abrir a porta vai achar que estou orando.” Fechei a porta do meu quarto e me ajoelhei, mas resolvi fazer uma pequena oração antes de dormir, porém foi a oração mais perigosa que fiz até hoje: "Senhor Deus, minha mãe gosta MUITO de Você, mas eu nem tanto. Mas já que ela tanto quer que eu Te queira, se puder, por favor coloque em mim fome e sede por Ti. Pois não quero fingir que Te amo, então me faz Te amar. Amém." Fui dormir em posição de ajoelhada no chão, acordei no próximo dia e fui para escola, tudo parecia normal. Passaram-se algumas semanas e um dia cheguei da escola e vi um VHS perto da TV (ainda não existia DVDs) e resolvi ver o que era. Comecei a assistir o vídeo e era um monte de jovens loucos, chorando, tremendo no poder de Deus – era o avivamento em Pensacola, FL – EUA em 1995. Eu achei aquilo bizarro mas continuei a assistir, de repente algo entrou na sala de TV e ao desligar a TV cai no chão chorando compulsivamente por mais de 2 horas.

Veio um arrependimento que nunca havia experimentado, senti Jesus me chamando para Ele. Este foi o primeiro encontro íntimo com Jesus que mudou minha vida completamente. Minha mãe no final da tarde chegou em casa e ela me disse que quando me viu, eu era outra – tinha outro rosto. Tenho até provas fotográficas! Jesus mudou minha vida completamente. Hoje sou uma esfomeada, louca de amor pela presença Dele – mas quero ser mais ainda sedenta, quero alcançar mais ainda – mas Ele me estragou pra tudo que não era Dele. Esse foi o começo da minha jornada que estou até hoje. Tem dias difíceis, houve dias que não O sentia como antes, dias que pareciam que tudo tinha sumido – mas daí me lembrava desse dia quando vi a Cruz, quando entendi de onde Ele me tirou e onde Ele me colocou – e assim meu coração se enchia de gratidão e quebrantamento, assim logo a presença Dele retornava.


Sou perdoada, mesmo por aquilo que ainda vou errar – sou amada independente do que farei ou serei. Ele não vê a hora de te encontrar como me encontrou, Ele não vê a hora de te dizer quem você é de verdade, de fazer amada e completa. Corra até Ele, o que você está esperando? Faça uma oração perigosa e veja Ele te transformar eternamente. Estou nessa com você também!

Zoe Lilly


Nós te recomendamos essas leituras

0 comentários