Valeu a pena Esperar ♥ Parte 3

10:00

Reprodução: Arquivo Pessoal
Está chegando agora?  PARTE 1 | PARTE 2

{...}

Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça. Is 41:10

Eu fui até a casa dele, expliquei os motivos e terminei. Eu estava confiante e certa, Deus estava comigo e eu tinha certeza de minha decisão. Ele chorou e ficou magoado. Ficou me ligando nos dias seguintes dizendo quão difícil estava sendo, perguntando-me se era realmente Deus quem havia falado para terminarmos. Até uma cesta cheia de doces e com um coração de pelúcia ele me levou. E tudo ficou muito mais difícil.

Então eu fui atacada com pensamentos de culpa e dúvida. “Eu estou fazendo ele sofrer”, eu pensei. “Será que Deus falou mesmo comigo”, “mas eu gosto dele”, “e se ninguém mais me quiser? Eu vou ficar sozinha para sempre”. Eu queria que Deus falasse de novo, me provasse que eu fazia a vontade dEle, mas Ele nada disse. Até que eu tive uma crise de ansiedade.

Na semana do término fui à minha igreja e no final do culto fui conversar com minha pastora. Ela disse que eu estava visivelmente perturbada. Contei o ocorrido, daí ela falou que as coisas de Deus não são assim, que Deus age de forma doce e sem confusão, e óbvio, eu estava muito confusa. Depois ela disse que Deus me amava demais, que eu era uma filha que O agradava, disse que isso não estava certo e falou pra eu orar e ligar pra ele. Então voltamos a namorar, e tudo ficou igual como antes.

Sim, eu não consegui confiar. Duvidei e deixei a ansiedade tomar conta de mim. Fiquei um bocado perturbada e por fim, chorando, pedi pra voltar alguns dias depois. O dito cujo também estava sofrendo um bocado e sofri por isso também. Minha fé foi pequena, fui insegura e ignorante (a ideia de ficar sozinha para o resto da minha vida latejava na minha cabeça, e putz, eu só tinha 19 anos!). Eu acreditei em todos os pensamentos mentirosos que satanás havia jogado em minha mente.

Hoje eu vejo como Deus demostrou seu amor por mim nisso tudo, mas que só depois fui entender. Deus poderia ter me deixado naquele relacionamento vazio dEle e que me fazia infeliz, afinal foi escolha minha. Mas não. Deus quis que eu vivesse o que Ele tinha para mim e não desistiu de me mostrar isso!

Dois meses depois ele pediu um tempo. Sim, ele terminou comigo! Disse que estava sem cabeça pra namoro, cheio de problemas e tinha que dar prioridade aos estudos e a carreira. Eu chorei logo depois que ele foi embora, um pouquinho e só! Chorei também de emoção, sim! Pude ver a mão de Deus nessa história toda. Eu fui desobediente, fui fraca, não cri nas promessas dele. Mas Ele mesmo fez questão de me tirar dessa roubada! Ele sabia que esse namoro estava me afastando dEle e não admitiu mais isso.

'Por favor filha, espere mais um pouco, tenho algo melhor, algo que está guardado e embrulhado com um papel bonito e uma fita grande vermelha. Melhor do que você pode imaginar, algo criado sob medida para você! Te amo tanto, por favor, entenda! Meus propósitos são os melhores possíveis, creia! Estarei do seu lado, não tenha medo, não vai ser doloroso se eu estiver o tempo inteiro ao seu lado...' Eu podia sentir essas palavras em meu coração. Agora me diz, eu mereço isso? Não! Mas este é o Deus que eu sirvo, amor é a sua maior qualidade!

Então eu decidi descansar nEle e entregar minha vida por completo e meu casamento (sim!) – que Ele fizesse tudo como ele quisesse, como Ele havia planejado. Enquanto eu me enchia de Deus e me empenhava em meu ministério Ele passou a suprir todas as minhas necessidades. Não foi nem um pouco difícil voltar à solteirice! O “ex” nunca mais ligou, nem para saber se ainda estava viva e assim entendi que ninguém me ama e ninguém me amará mais do que Deus.

Eu estava ótima! Feliz! Fazendo a obra de Deus e correndo atrás de meus objetivos profissionais. Eu só queria buscar a Deus e crescer nEle e neste período aprendi a esperar e ser fiel ao meu marido, amá-lo e honra-lo antes mesmo de conhecê-lo, e assim, fazer a vontade do Pai, que iria nos unir no tempo dEle. Eu até orava por pelo meu futuro marido, sem conhecê-lo. Eu tinha a plena convicção de algo que não via! Eu nunca mais me preocupei com minha vida amorosa. Afinal, eu não estava só.

Haya Albuquerque
{...}


Nós te recomendamos essas leituras

6 comentários