Alma feminina

"There is still hope"

22:12


Você crê que Deus às vezes escolhe falar conosco através das coisas mais simples da vida?! Pois é, exatamente assim que aconteceu na época do Ensino Médio. Minha vida era uma rotina: ir ao colégio; do colégio para casa, de casa para a igreja, da igreja para casa e assim vai. E você sabe que vida de estudante não é fácil - correria do final de semestre, recuperação de notas, trabalhos, seminários... Mas em meio a esse turbilhão de estresse lá estava o "THERE IS STILL HOPE" escrito a giz no teto do ônibus que eu pegava ao voltar para casa.

Sim, lá estava uma frase que Deus usava para fazer toda a diferença no meu dia-a-dia. Sempre nos dias mais loucos eu pegava aquele mesmo ônibus daquele motorista sempre sorridente e lia aquela frase no teto - isso me dava esperanças, me confortava.

Não sei se este motorista está lendo isso agora, mas eu gostaria de agradecê-lo por se deixar ser usado por Deus através de um gesto simples: "Ainda há esperança!" ressoa em meu coração quando penso em desistir ou quando acho que não há mais saída.

E assim como aquele motorista fez, eu quero passar a você esta mesma mensagem: Ainda há esperança para você, não desista agora. Não ache que os seus sonhos são impossíveis, nas mãos de Deus tudo é possível, basta crer, basta não perder a esperança. Não se entregue ao fracasso, erga-se, ponha-se de pé, levante a cabeça e continue a caminhada porque AINDA HÁ ESPERANÇA para você!

“Para uma árvore há esperança;
se for cortada, brota de novo
e torna a viver.
Mesmo que as suas raízes envelheçam,
e o seu toco morra na terra,
basta um pouco de água, e ela brota,
soltando galhos como uma planta nova."
Jó 14:7-9

"Eu cuido dela e sempre a rego;
eu a vigio de dia e de noite
para que ninguém a estrague."
Isaías 27:3

"Somente em Deus eu encontro paz
e nele ponho a minha esperança."
Salmos 62:5

Claudiane Almeida

Alma feminina

"Mudançafobia"

17:43


Você já sentiu aquela terrível sensação de parecer estar no meio do deserto? De estar perdida, desnorteada, sozinha, confusa...?! Sei que não sou a única que já teve essa sensação. Muitas vezes somos levados a um deserto desses pelos ventos das mudanças. Benditas, mudanças! Por que tudo tem que mudar? Por que não existe uma só estação? Por que a lua não é sempre cheia e pronto?! Por que na vida estamos sujeitos à mudanças?

Sabe, sempre fui reservada, sempre preferi o anonimato. Sempre quis viver a minha vidinha em meu chalé na montanha lendo um bom livro e tomando uma xícara de café - (Mentira! Nem gosto de café!) um chá serviria. Enfim, eu desconfiava de ter uma espécie de "mudançafobia". Se isso existe não sei, mas eu defino como "medo de mudanças repentinas da vida".

Boa parte da humanidade está sofrendo com essa síndrome, sem ao menos saberem que há cura. Essa síndrome nos transforma em pessoas ansiosas, calculistas e dramáticas. Ao nos depararmos com a mudança, entramos numa crise - quem sou eu? para aonde irei? até quando isso?

Quem diria que encarar desafios despertem temores adormecidos que nos prendem os pés e trancam sonhos em caixotes empoeirados no velho armário. Quando a vida vira de cabeça para baixo encontrar o chão pode parecer mais difícil do que imaginamos, mas talvez esse tem sido o nosso maior erro: procurar o chão enquanto podemos erguer as asas e voar.

Estamos acostumados a nos acomodar com a situação, preferimos o conforto a lutar. Queremos nos isolar em nosso pequeno mundinho ou simplesmente fugir para as montanhas em busca do chalé da acomodação. Esse é o problema: somos acostumados a fugir quando a vida nos desafia a encarar, mudar ou seguir em frente.

Por que fazemos isso? Por que fugimos? Se Aquele que habita em nós nos encoraja a prosseguir?! Por que não confiamos plenamente Nele? Por que não confiamos de que Ele tem um caminho melhor? E até quando nos deixaremos ser prisioneiros do medo, sendo jogados de um lado para o outro pelos ventos das circunstâncias? Até quando por culpa do medo deixaremos nossos sonhos, nosso chamado em caixotes empoeirados no velho armário da acomodação? Até quando?

"Não fiquem com medo, pois estou com vocês;não se apavorem, pois eu sou o seu Deus.Eu lhes dou forças e os ajudo;eu os protejo com a minha forte mão."Isaías 41:10


Claudiane Almeida



Like us on Facebook