"Mudançafobia"

17:43


Você já sentiu aquela terrível sensação de parecer estar no meio do deserto? De estar perdida, desnorteada, sozinha, confusa...?! Sei que não sou a única que já teve essa sensação. Muitas vezes somos levados a um deserto desses pelos ventos das mudanças. Benditas, mudanças! Por que tudo tem que mudar? Por que não existe uma só estação? Por que a lua não é sempre cheia e pronto?! Por que na vida estamos sujeitos à mudanças?

Sabe, sempre fui reservada, sempre preferi o anonimato. Sempre quis viver a minha vidinha em meu chalé na montanha lendo um bom livro e tomando uma xícara de café - (Mentira! Nem gosto de café!) um chá serviria. Enfim, eu desconfiava de ter uma espécie de "mudançafobia". Se isso existe não sei, mas eu defino como "medo de mudanças repentinas da vida".

Boa parte da humanidade está sofrendo com essa síndrome, sem ao menos saberem que há cura. Essa síndrome nos transforma em pessoas ansiosas, calculistas e dramáticas. Ao nos depararmos com a mudança, entramos numa crise - quem sou eu? para aonde irei? até quando isso?

Quem diria que encarar desafios despertem temores adormecidos que nos prendem os pés e trancam sonhos em caixotes empoeirados no velho armário. Quando a vida vira de cabeça para baixo encontrar o chão pode parecer mais difícil do que imaginamos, mas talvez esse tem sido o nosso maior erro: procurar o chão enquanto podemos erguer as asas e voar.

Estamos acostumados a nos acomodar com a situação, preferimos o conforto a lutar. Queremos nos isolar em nosso pequeno mundinho ou simplesmente fugir para as montanhas em busca do chalé da acomodação. Esse é o problema: somos acostumados a fugir quando a vida nos desafia a encarar, mudar ou seguir em frente.

Por que fazemos isso? Por que fugimos? Se Aquele que habita em nós nos encoraja a prosseguir?! Por que não confiamos plenamente Nele? Por que não confiamos de que Ele tem um caminho melhor? E até quando nos deixaremos ser prisioneiros do medo, sendo jogados de um lado para o outro pelos ventos das circunstâncias? Até quando por culpa do medo deixaremos nossos sonhos, nosso chamado em caixotes empoeirados no velho armário da acomodação? Até quando?

"Não fiquem com medo, pois estou com vocês;não se apavorem, pois eu sou o seu Deus.Eu lhes dou forças e os ajudo;eu os protejo com a minha forte mão."Isaías 41:10


Claudiane Almeida



Nós te recomendamos essas leituras

0 comentários

Like us on Facebook